O selim, definitivamente, é o ponto de contato mais importante entre o ciclista e a bicicleta. Afinal, é nele que a maior parte do peso fica apoiada. Com isso, se o “encaixe” entre essas duas peças não for muito bom, incômodos e dores podem acontecer.

Antes de começar com as dicas, é importante dizer que, quando estamos começando a pedalar, é comum sentir um certo desconforto. Afinal, seu corpo ainda não está adaptado a atividade. Isso nos leva para o primeiro ponto deste texto: vá com calma!

Comece com pedaladas curtas e depois vá aumentando o tempo que você passa em cima da bicicleta. Pedais com mais de uma hora não devem acontecer de um dia para o outro. Lembre-se também que, antes mesmo de sair para pedalar, é fundamental ajustar corretamente sua bicicleta. Além disso, é fundamental que você faça um bom ajuste na posição do selim e siga as principais dicas de adaptação.

Ai, se nada disso der certo, chegou a hora de pensar em comprar outro selim. Lembre-se que o peso do corpo deve ficar apoiado nos ísquios, por isso selins grandes e super moles não são recomendados.

 

Bike Fit

A melhor coisa a se fazer quando for comprar um selim é fazer um bike fit. Com ele, um profissional especializado fará medições do seu corpo, que juntamente com uma avaliação de flexibilidade permitirá encontrar o selim correto mais facilmente.

Meça seus ísquios

Para escolher o selim do tamanho certo, uma das informações mais importantes é a distância que separa seus ísquios. Muitas lojas de bike tem uma almofada especial justamente para que você possa fazer isso. Trata-se de um processo comum no bike fit.

 

Sulco ou buraco no centro

Muitos selins tem um sulco central, que serve para aliviar a pressão no períneo, mantendo o peso apoiado nos ísquios. Na maioria dos casos, os bons selins apresentam essa característica. Porém, a presença de um sulco não torna o selim bom, automaticamente. Além disso, nem sempre um selim sem sulco central é ruim – tudo é sempre uma questão de adaptação.

Selins femininos

Existem bermudas de ciclismo e selins indicados para as mulheres. Eles levam em conta as diferenças anatômicas, para reposicionar zonas de dureza da espuma, formato do selim e até o posicionamento das texturas nas almofadas da bermuda ou bretelle. Por isso, se for mulher, comece procurando por um selim feminino.

Flexibilidade

Embora isso não seja uma regra, pessoas menos flexíveis, que não conseguem tocar os dedos dos pés com as mãos, costumam se mover mais na bicicleta. Por isso, muitas vezes se adaptam melhor com um selim mais arredondado. Quem é mais flexível tende a se dar melhor com um selim mais plano.

Como também, quem é mais flexível consegue rotacionar melhor a pelve, o que permite utilizar um selim mais afunilado. Já quem é menos flexível costuma se adaptar melhor com um selim que ofereça uma área de suporte maior.

 

Posição de pedalada

Se você pedala em uma posição bem baixa, algo comum para muitos ciclistas de estrada, que buscam mais desempenho aerodinâmico, opte por um selim com a ponta mais estreita e um formato que afunila-se mais rapidamente. Já se você pedala mais “em pé”, opte por um selim com a parte traseira mais generosa.

 

Selins de contrarrelógio

Por conta da posição super baixa e a da necessidade de trazer o corpo para frente, para gerar mais potência, as bikes de contrarrelógio, muitas vezes, contam com um selim especial. Normalmente, eles tem a ponta bem curta e bi-partida, permitindo que o atleta incline-se para frente sem colocar pressão no períneo.

Ferramentas online

Muitas marcas de selim possuem ferramentas online, que podem te ajudar a escolher um selim corretamente. Uma delas é a Pro, que tem uma ferramenta chamada Saddle Selector. Outra marca que oferece um serviço semelhante é a Fizik, que tem o Saddle Finder.

 

Empréstimos e testes

Algumas marcas como a Fizik e algumas lojas de bike permitem que o cliente avalie um selim por um tempo combinado, permitindo que você faça uma escolha muito mais eficiente. Por isso, se for comprar um selim, lembre-se de questionar se existe a possibilidade de fazer um teste. Esta é a melhor forma de saber se ele é ou não adequado para você.

Outra ideia é pedir para dar uma volta com a bicicleta de outra pessoa. Apesar de ser necessário alguns dias de teste para realmente avaliar um selim, um pedal curto já ajuda bastante.

 

Selins por categoria

Embora existam selins mais indicados para o mountain biking e outros melhores para usar na estrada ou na cidade, via de regra a escolha do selim tem mais a ver com o formato e o acolchoamento se adaptando ao seu corpo do que a modalidade que você vai praticar.

Apesar disso, se for comprar um selim para sua bike de trilha, tente optar por um modelo mais reforçado, com trilhos resistentes, feitos de metal. Lembre-se que, nas trilhas, os tombos são comuns e o selim costuma receber grandes impactos – quebrar um selim no meio de um pedal é algo que deve ser evitado por motivos óbvios.

Ciclismo recreacional  – Se você senta bem em pé para pedalar, suas pedaladas são curtas e você não usa roupas especificas de bicicleta, procure um selim com a ponta curta e traseira mais larga e acolchoada. Mas, muito cuidado com exageros! Selins gigantes e super moles são mais desconfortáveis.

Ciclismo de estrada – Selins mais estreitos e leves, com uma camada de espuma que costuma ser mais dura e fina. Como o ciclista costuma usar uma roupa de lycra com almofada integrada, o conforto não é prejudicado.

MTB – Selins resistentes e que permitem múltiplas posições de pedalada costumam agradar.  Muitas vezes, a almofada de dureza intermediária ajuda a filtrar um pouco das irregularidades do terreno.

Urbano – O ideal é optar por um selim confortável para usar com roupas de ciclismo ou convencionais. Além disso, é bom que ele seja resistente contra abrasão e também contra chuva.

Veja também

Devo usar meias de compressão para pedalar?

O uso de meias de compressão é um assunto bastante polêmico no ciclismo. Isso porque, apesar da ciência nem sempre corroborar com a afirmação dos fabricantes destes tipo de acessório, muitos ciclistas […]

Veja mais

Vídeo: Escolha a bike certa para seu filho. Dicas de Quem Conhece – Por Gustavo Cebo

Quando começamos a pedalar, muitas vezes, a bike não é exatamente adequada ao tamanho do corpo. Além disso, é comum o modelo escolhido ser simples e frágil demais para suportar um uso […]

Veja mais